Passeata a favor da Petrobrás e da Democracia – 13 de março de 2015 em BH

Estava lá, como nas “Diretas Já” ha 30 anos. Só que agora para defender o petróleo para os brasileiros e a Democracia. No primeiro caso, refiro-me aos lucros oriundos do petróleo, que na mão do governo se transformarão em investimentos sociais, particularmente, educação. (Vide ex. da Noruega.) Em relação à Democracia, estava lá em defesa do respeito às instituições democráticas, notadamente do voto. Impeachment, nesse momento, logo após o julgamento das urnas, equivale a rompimento com o processo eleitoral. Autoritarismo puro, golpe político.

Disponibilizo alguns vídeos e fotos que tirei da passeata. Vocês não precisam acreditar no quantitativo divulgado pela mídia e nem pelos movimentos sociais. Vejam por si mesmos. (link)

Gostei particularmente de 2 coisas. Primeiramente do movimento dos Sem Terra. Eles são muito organizados, sem nenhum vandalismo, ao contrário do que a grande mídia coloca. O mais tocante foi ver os filhos dos ativistas. As crianças são a luz do mundo. Queira Deus que essas crianças tenham oportunidades mínimas. Esse, para mim, é o sentido do socialismo.

Em segundo lugar, gostei dos jovens, o pessoal da UNE. Os jovens são radiantes e tem vivo o sonho de uma sociedade melhor. Não se desiludiram com o mundo. Se houver mudança ela virá deles. Mas devem refletir. Lutar por passe livre significa luta por privilégios… Parar o trânsito em atos públicos, sem motivo e por tempo demasiado, significa desrespeitar o direito das pessoas de ir e vir.

Espero que a mudança da juventude seja para o socialismo democrático e ecológico. Apesar dos avanços, quão longe estamos disso. O golpismo midiátivo e a falta de água (consequência, em grande parte, do desmatamento amazônico) são provas de que o caminho ainda é longo.

O que não gostei:

Não gostei da fala das lideranças de cima dos 2 caminhões de som. Exceto pelos sindicalistas da Petrobrás, cuja fala fazia sentido, aquela das lideranças partidárias e sindicais, parecia a mesma fala de 30 anos atrás.  Como ir para uma passeata em defesa da Petrobrás sem apresentar dados da empresa e das implicações de suas atividades no Brasil? Falta informação, falta valorizar o discernimento das pessoas.

A defesa da Democracia e do voto em Dilma, com o argumento de que, por ser mulher merece  respeito, é ridícula. Sá para esclarecer, sou totalmente favorável à igualdade de direitos entre gêneros, contudo a presidente não pode se esconder atrás de saias. A defesa da Democracia é essencial. Se Aécio tivesse ganho as eleições não poderíamos pedir impeachment. Isso não significa que a apuração de quaisquer denúncias, inclusive apuração paralela, não deva ocorrer. Deve sempre ocorrer, caso contrário continuaremos vivendo num país dominado pela máfia política e empresarial. O impeachment apenas faz sentido após apuração irrestrita de denúncias e julgamento.

Faltou agradecer o apoio da polícia e da BHTrans.

Parar o trânsito da cidade e terminar a passeata na Praça Sete, para mim, não é nenhuma vantagem. Quando a passeata está andando, não tem como deixar de atrapalhar o trânsito, mas quando ela pára, em locais determinados para se realizarem os atos e discursos, a escolha do local deveria minimizar os efeitos negativos sobre o trânsito.

Por que não escolher a Praça da Estação ou os 2 quarteirões no início da Av. Amazonas? Nesses lugares, a interferência no trânsito seria menor, o que tem várias consequências: significa respeito ao direito de ir e vir das pessoas, notadamente trabalhadores que voltam para suas casas, esses trabalhadores não se sentiriam demasiadamente prejudicados. Nos locais sugeridos, a visibilidade dos atos públicos torna-se maior, pois os ônibus e carros passam ao largo. Travar o trânsito é publicidade desperdiçada. A força do movimento não se mede pelos quilômetros de engarrafamento e pelo descontentamento de passageiros e motoristas, muito pelo contrário.

Com relação a dados é preciso informar:

– A Petrobrás teve lucro líquido de 10,3 bilhões de reais no 2o trimestre de 2014. Como uma empresa com tanto lucro está mal? Isso é “no sense”. Só para constar, a renda obtida com petróleo na Noruega gera um lucro anual de 40 bilhões de dólares. Vide texto abaixo.

– Por que os sindicalistas não falam da Noruega, exemplo de boa utilização social e econômica dos dividendos do petróleo. O fundo obtido com a exploração petrolífera, controlada intensamente pelo governo Norueguês, é reinvestido em desenvolvimento social e econômico do país. Bem diferente do modelos dos países árabes. Trata-se do maior fundo de investimentos “soberano” mundial (815 bilhões de dólares). Os lucros dos investimentos são socializados, tornando a Noruega o país com maior renda per capita (acima de 100 mil dólares) e melhor IDH (índice de desenvolvimento humano). Ademais, a empresa petrolífera, Statoil é estatal, juntamente com outras empresas: Telenor (telecomunicações), Yara (fertilizantes), DnBNor (banco). O Estado tem forte presença em praticamente todos os campos da economia. Informem-se.

Guardadas as devidas proporções, principalmente demográficas, já que a população norueguesa é muitíssimo menor que a brasileira, isso é o que queremos que o governo faça com os lucros advindos da produção petrolífera no Brasil. Se a Petrobrás fosse privatizada isso ocorreria? Vejam o exemplo da Vale.

– A quem interessa linxar a Petrobrás? Atualmente empresas petrolíferas estadunidenses, européias, chinesas e russas controlam o petróleo iraquiano (inclusive Curdistão). Antes da invasão as empresas eram iraquianas. Os EUA invadiram o Iraque com argumento falso de que possuía mísseis com armas químicas. Para essas empresas, o Brasil é apenas um campo petrolífero. Nao importam em desestabilizar a economia, destruir a Democracia, fomentar a guerra civil, desrespeitar direitos humanos etc. Deve ter muito blogueiro nacional sendo financiado por essas empresas. E a classe média, enganada pela Globo, vai na onda. Se forem vitoriosos selarão o futuro não somente do Brasil, mas de si próprios.

– Finalmente, o Brasil apenas avançará através do boicote pela população de empresas midiáticas anti-democráticas. Essa é a maior ferramente de luta dos progressistas. Não veja JN, não veja novelas da Globo etc, caso contrário você está alimentando o jornalismo tendencioso e parcial (partidarista), a “mentira” e o ódio.

Impeachment apenas deve ocorrer após apuração e julgamento, além da necessidade de provar a culpabilidade da presidente. Mas a apuração deveria abranger todas as denúncias levantadas contra candidatos nas eleições de 2014, inclusive, as denúncias contra o candidato do PSDB. Isso é passar o Brasil a limpo, caso contrário muda apenas o dirigente.

Faço um desavio. Para os “conservadores privatistas”, leiam os 3 artigos com asteriscos e aposto que sua opinião sobre a Petrobrás irá mudar. Não dizem respeito diretamente à Petrobrás. Faça você mesmo os relacionamentos.  Quanto aos sindicalistas e lideranças progressistas, não façam pouco da racionalidade das pessoas. Estamos cançados de chavões. A informação é a nossa arma.

Referências:

–  Alberto Fiaschitello. Grande mídia: a mentira como norma. https://www.epochtimes.com.br/grande-midia-mentira-como-norma/#.VQdjKlSc01g. 18-03-2014.

– Dahr Jamail. As empresas petrolíferas ocidentais permanecem embora os EUA saiam do Iraque. http://tribunaliraque.info/pagina/artigos/depoimentos.html?artigo=1041. 13-02-2012. ***

– Erik Farina. Como o exemplo norueguês de exploração de petróleo inspirou mudança no pré-sal brasileiro. http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/economia/noticia/2012/09/como-o-exemplo-noruegues-de-exploracao-de-petroleo-inspirou-mudanca-no-pre-sal-brasileiro-3872366.html. 02-09-2012.

http://blog.planalto.gov.br/petrobras-tem-lucro-bruto-de-r-385-bilhoes-no-segundo-trimestre-de-2014/

Iraque: guerra civil pelo petróleo e algo mais. http://www.olharomundo.com.br/iraque-guerra-civil-pelo-petroleo-e-algo-mais/. 22-12-2012.

– Jamil Chade. Noruega, o país mais próspero do mundo. http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,noruega-o-pais-mais-prospero-do-mundo-imp-,1153141. 13-04-2014 ***

– Reginaldo Mattar Nasser. Iraque dez anos depois: a guerra é um grande negócio! http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Internacional/Iraque-dez-anos-depois-a-guerra-e-um-grande-negocio-/6/27750. 24-03-2013. ***

– Steve Coll. EUA voltam ao Iraque: “terrorismo” ou petróleo?
http://outraspalavras.net/posts/eua-voltam-ao-iraque-terrorismo-ou-petroleo. 13-08-2014.

Vídeos e fotos da pesseata:

http://ventaniasolar.blogspot.com.br/2015/03/passeata-em-13-de-marco-de-2015-em-bh.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s