A humanidade ameaçada por guerras letais

Leonardo Boff

Nós no Brasil conhecemos grande violência social, com um número de assassinatos dos mais altos do mundo. Não gozamos de paz pois há muita raiva, ódio, discriminação e perversa desigualdade social.

No entanto, estamos à margem dos grandes conflitos bélicos que se travam em 40 lugares no mundo, alguns que podem degenerar numa guerra nuclear como na Ucrânia e na Síria ameaçanndo o futuro da espécie humana. Estamos em plena nova guerra fria entre os USA, China e Rússia. Reintroduziu-se uma retomada na corrida armamentística na Rússia sob Putin e nos USA sob Trump com a produção de armas nucleares ainda mais potentes como se as já existentes não pudessem destruir toda a vida do planeta.

O mais grave é que a potência hegemônica, os USA, se transformou num Estado terrorista, levando uma guerra impiedosa contra todo tipo de terrorismo, exteriormente invadindo países do Oriente Médio e interiormente caçando imigrantes…

Ver o post original 626 mais palavras

Anúncios

Dona Marisa Letícia ao ódio respondeu doando seu órgãos

Leonardo Boff

Dona Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Lula, morreu num contexto politico conturbado. Nas palavras do próprio Lula, “ela morreu triste” e também traumatizada.

Diz-se que todas as instituições funcionam. Mas não se qualifica o seu funcionamento. Funcionam mal. Em outras palavras não funcionam. Se tomamos como referência a mais alta corte da nação, o STF ai fica claro que as instituições estão corrompidas, incluindo a PF e o MP. Especialmente o STF é atravessado por interesses politicos e um dos seus ministros, de forma escancarada, rompe diretamente a ética de todo magistrado, falando criticando, atacando fora dos autos e tomando claramente posição por um partido; nada acontece, no nosso vale tudo jurídico, quando deveria sentir o rigor da lei e sofrer um impeachment. Esta situação é um sinal inequívoco que estamos numa derrocada política, ética e institucional. O Brasil vai de mal a pior pois todos os dias os itens…

Ver o post original 759 mais palavras

Adeus a Marisa

P/ Lula e família;

Paz para vocês. A vida espiritual transcende a terrena. Marisa sua esposa e mãe, foi para os brasileiros, grande companheira. Dividiu com Lula tristeza e alegrias, derrotas e vitórias, justiça e injustiça. Os tolos esquecem-se que Deus a todos julga com o mesmo critério. Tenho certeza, Marisa, onde quer que esteja, está bem. Para os que ficam, existe a grande perda que o tempo irá amenizar. A perda é temporária, não se esqueçam.

Existem milhões que pensam como eu. Milhões que sonharam um Brasil com menos desigualdade, mais justo e fraterno. Todos nós sentimos gratidão por Lula e, por extensão, por sua família.

A perseguição atual irá passar. A História julgará sem paixão, e mesmo que a História seja manipulada, como é a mídia, não importa, a nossa gratidão à Lula, Marisa e família é eterna.

“Bem-aventurados os pobres por espirito, porque deles é o ‘Reino de Deus’! Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados! Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra! Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados! Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia! Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus! Bem-aventurados os Defensores da Paz, porque serão chamados filhos de Deus! Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus! Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de Mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.”

A verdade sobre a ascensão — Satori Rei

Ascensão, ativações ou uma natural evolução universal? Durante alguns anos, e mais especificamente desde 2012 e a sua referência no calendário Maia, este é um dos temas mais debatidos e explorados. Como uma nova tendência “New Age”, a corrida para a ascensão começou implacavelmente. Em vez de unir a humanidade, como deveria, de alguma forma […]

via A verdade sobre a ascensão — Satori Rei

O Papa Francisco e os movimentos sociais em Roma: J.P.Stedile — Leonardo Boff

Nem todos podem ler tudo o que se publica sobre determinado tema relevante. É uma inovação na tradição pontifícia aquilo que o Papa Francisco está fazendo: convocando os movimentos sociais mundiais para ouvir deles como interpretam os sofrimentos que padecem sob regimes de alta exploração do trabalho e da natureza. Não chama renomados sociólogos e […]

via O Papa Francisco e os movimentos sociais em Roma: J.P.Stedile — Leonardo Boff

NOTA DE SOLIDARIEDADE E DENÚNCIA CONTRA INVASÃO DA ESCOLA DO MST — Leonardo Boff

NOTA DE SOLIDARIEDADE E DENÚNCIA – ABAIXO A DEMOCRADURA Nós abaixo assinados, filósofos, teólogos, cientistas sociais, assessores e agentes de pastoral de diversas Igrejas, manifestamos nossa irrestrita solidariedade aos professores, alunos, funcionários e visitantes da Escola Nacional Florestan Fernandes em Guararema SP, vítimas de violenta ação policial na manhã de 04 de novembro, operação ocorrida […]

via NOTA DE SOLIDARIEDADE E DENÚNCIA CONTRA INVASÃO DA ESCOLA DO MST — Leonardo Boff

Impeachment de Dilma e os "ses"

Se o governo petista tivesse democratizado a mídia brasileira ou investido pesadamente em mídias alternativas (internet) com vistas a pluralizar a imprensa;

Se em 2012, na copa das confederações, o governo petista tivesse se sensibilizado com as manifestações;

Se, em 2013, o governo petista tivesse apoiado as  manifestações estudantis, fomentado a organização dos movimentos, comprometendo-se a levar adiante suas reivindicações;

Se, em 2013, o PT não tivesse, juntamente com os governos estaduais do PSDB e PMDB, reprimido as manifestações estudantis;

Se, diante das manifestações populares seguidas, o governo petista tivesse escutado o povo, como alertaram vários pensadores, como a querida Marilena Chauí;

Se Dilma não tivesse sido candidata do PT para as eleições de 2014, mesmo contra a vontade das bases do partido;

Se Marina tivesse vencido as eleições;

Se, após eleita Dilma, o governo petista se comprometesse a não lançar candidato a eleições para presidente em 2018;

Se, Lula, tivesse encerrado sua carreira política;

Se, no início das manifestações favoráveis ao impeachment, Dilma se comprometesse a realizar plebiscito sobre a continuidade de seu governo ou realizar novas eleições para presidente, junto com as eleições municipais de 2018;

São muitos “ses”, os quais denotam distanciamento do governo petista em relação a opinião pública, apego ao poder e extrema falta de sensibilidade política coletiva. Caso qualquer deles tivesse se concretizado, não estaríamos vivendo esse impeachment.

Não sei o desfecho do processo de impeachment, porém mesmo que não seja vencedor, o governo Dilma não tem sustentabilidade para continuar. O que fazer? Dilma deve chamar eleições presidenciais para outubro desse ano. As questões legais devem submeter-se à Ética, Democracia e vontade popular. Alternativamente, Dilma poderá propor plebiscito sobre a continuidade do seu governo, comprometendo-se a renunciar caso o “NÃO” seja vitorioso. Trata-se da única saída verdadeiramente democrática. E se a oposição não apoiar essa saída ficará ainda mais patente sua posição anti-democrática.

Caso, o impeachment seja vencedor, quem serão os beneficiados? As apurações de corrupção, que atingem políticos de oposição, irão continuar?

Infelizmente, o maior resultado será a redução da publicidade sobre as investigações do Lava Jato e outras quaisquer. Com isso, a Justiça ficará ainda mais livre para exercer a seletividade que mais lhe convier e que mais agradar aos novos governantes. E os velhos esquemas de corrupção persistirão.

A favor ou contra o impeachment, devemos refletir. Sem Democracia e Justiça, o que esperar dessa país?